REVEILLON ou RÉVEILLON? - Português na Rede

REVEILLON ou RÉVEILLON?


Escreve-se “réveillon”, ou seja, há acento no primeiro “E”.

De origem francesa, essa palavra designava a princípio uma refeição noturna, tarde da noite.

Tempos depois, mudou o sentido e passou a ser a refeição da noite de Natal, após a missa do galo.

E em meados do século passado, mudou mais uma vez de significado, passando a nomear a refeição feita na passagem de ano.

9 comentários:

Jeronimo disse...

Não estou de acordo com a etmologia atribuída a(desculpe no meu teclado nao tem crase) palavra reveillon. A palavra vem do verbo reveiller que significa despertar. O reveillon e o amanhecer da data festiva. Em francês usa-se para reveillon de Natal e de Ano Novo.

Laércio Lutibergue disse...

Prezado Jeronimo:

A palavra "réveillon" pertence realmente à família do verbo "réveiller" (acordar), da qual é também integrante o substantivo "réveil" (o despertar).

No entanto, ganhou, há séculos, o sentido de refeição noturna, até chegar ao sentido atual.

A informação está no bom "Dicionário de palavras & expressões estrangeiras", de Luís Augusto Fischer.

Frederico disse...

Nem uma, nem outra. Diz-se Passagem de Ano! Reveillon ou Réveillon... isso é coisa de francês - ou seja, mariquice!

Laércio Lutibergue disse...

Que os franceses não vejam esse seu comentário, Frederico!

Jeronimo disse...

É bem verdade. Acabo de consultar o dicionário da língua francesa, "Le Petit Robert" e essa conotação a uma refeição feita tarde da noite, nas noites de Natal e Fim de Ano, aparece pela primeira vez em 1762 derivando do verbo réveiller.
obrigdo pela resposta

Tamires disse...

Mas afinal de contas, tem ou não o acento? Eu já vi Réveillon, Reveillon, Reveillón... qual destas é a correta, adaptando pra a língua portuguesa?

Laércio Lutibergue disse...

Tamires:

A grafia original é "réveillon", como foi dito logo no início da postagem.

Agora, se você quer uma forma adaptada à língua portuguesa, escreva "reveião", que, contudo, quase ninguém usa.

Abraço.

Anônimo disse...

Sr Laércio, sua resposta a pequena Tamires é de uma bondade que eu jamais teria com alguém voce está de parabens hahahaha

Lustato Tenterrara disse...

Todos estão certos e todos estão errados, excetuando Laércio Lutibergue.

Nem tanto, porém, quanto ao final de seu comentário, pois acaso seja adaptada à lingua portuguêsa, seria "Reveion".

Se em algum outro lugar ou fonte contradizer o nosso modo aportuguesado, combateríamos até à morte na certeza de que, aportuguesado, o vocábulo, o escrito é "reveion". Não importando nada do que se diga a mais quanto a este assunto.

Porém, talvez, o tópico, parece, pergunta como se escreve [réveillon] no original, em francês (que - em português assim como esse, já não há mais o acento), a grafia é "Réveillon" em francês. Em português, a forma aportuguesada atual é Reveillon, sem acento algum, pois não escrevemos em francês.

Como whisk é uísque;
abajour, é abajur;
réveillon é "reveillon".

No futuro perderá esses dois "L's", no entanto passará eras até que o "reveillon" transforme-se em "reveion".

Reveillon tudo signifique a passagem de ano, e a uma ceia de ano-novo. Nada a ver com a Ceia Natalina, que tem origem religiosa, na fé cristã;

No enquanto [réveillon] tem origem pagã na orgia e luxúria das festas bacantes e dionísicas de passagem de ano na Paris Perdida na Luxúria (onde eu deveria ter nascido, na Nobreza, sem preocupações com bens materiais nem afetivos, e sempre com a prerrogativa de ser um CREDOR das instituições bancárias, que deveriam dever, a mim, e só de juros, uns dois a cinco quilos de ouro puro, mensalmente. Pois sou apaixonado pela luxúria-hetero. Assim... na Paris dos dois últimos séculos passados.

Quando éramos crianças passávamos o [Réveillon] na casa de vovó! era muito gostoso.

A Passagem de ano, os últimos segundos do ano que passou; os primeiros segundos do ano seguinte, os cheiros, beijos, abraços, os olhares na princesinha que guardava pra mim, e nas palavras de fraternidade sempre nos maravilhava.

Especialmente por que a frente de casa era uma praia de um mar lindo e maravilhoso.

A certa hora do amanhecer, assistíamos a corrida de réveillon, de ano-novo, também denominada, em Paris, de Corrida de Reveillon de São Silvestre, e no evoluir da gramática vieram as virar duas formas do mesmo significado: Reveillon ou São Silvestre.

Lorsque nous étions enfants, nous avons passé le Nouvel An à la maison de grand-maman! était très savoureux. Le Nouvel An, les dernières secondes de la dernière année, les odeurs, les baisers et les mots de fraternité toujours surpris, surtout par la d'une maison était une plage de l'océan magnifique et merveilleux.

A une heure du matin, en regardant la "réveillon" les course de Saint-Sylvestre, où les athlètes étaient sûrs de carrière des paris de nombreux seigneurs de barbe et barbiche.

Dans un réveillon du Nouvel An pour écrire sans aucun accent, désigne le passage d'une année à l'autre;

[Réveillon] Ève écrite du Nouvel An, avec un accent sur ​​la lettre "e" premier.

Alors, comment le portugais brésilien il ya une multitude de du mot «manga»: fruits, une partie du vestiaire, et de verbe; c'est aussi la "São Silvestre" , pour toute destination de magie, Nouvel An dans la première voyelle, aussi.

Assim do modo como em português brasileiro existe uma infinidade de significados da palavra "manga": fruta; parte de vestiário, e verbo de significado de fazer "troças" de alguém, ou do significado do vocábulo "saia" que tanto é verbo quanto peça do vestiário feminino, do mesmo modo, Reveillon também significa a "Corrida de São Silvestre", que era realizada no virar, no amanhecer do primeiro dia do ano.

Por algum destino de magia significa, atualmente, festas de ano-novo.

Thanks.
Greetings
Lustato Tenterrara

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...