REGÊNCIA: INICIAR - Português na Rede

REGÊNCIA: INICIAR

“A minha carreira iniciou quando eu ainda tinha 18 anos.”



Há um erro nessa frase; de regência. O verbo iniciar não é intransitivo. Uma coisa “se inicia”, e não apenas “inicia”. Desse modo, “a minha carreira se iniciou quando eu ainda tinha 18 anos”.

2 comentários:

Anônimo disse...

No seu sentido norma, o verbo iniciar é intransitivo sim. O que vem depois é adjunto adverbial de tempo. Vejamos:

Ter início, começar(sentido normal)
O Campeonato carioca iniciará amanhã. / O curso se inicia na próxima segunda-feira. / A cerimônia iniciou-se pontualmente.

Há, no entanto, situações em que tal verbo será transitivo, regido ou não por preposição, conforme os seguintes casos:

Dar início a, começar (alguém inicia algo):
•TD (Ø) – Alexandre iniciou os trabalhos ontem? / Não, os iniciarei.

Introduzir (-se) alguém em alguma área do saber:(pode ser pronominal)
•TI (em) – O mestre iniciou-o na matemática.
•TI pn (em) – Ainda jovem iniciou-se na língua alemã.

Para mais detalhes, ver LUFT, Celso Pedro,"Dicionário de regência verbal", Ática, 2008.

Atensiosamente,

Alexandre Saldanha.

Laércio Lutibergue disse...

Prezado Alexandre:

A opinião de Luft é a exceção da regra.

De dez dicionários, nove dizem que "iniciar" não é intransitivo no sentido de "ter início, começar".

Aprendi uma lição com meu velho avô: se eu digo uma coisa, e a maioria das pessoas diz outra, provavelmente eu estou errado.

Acho que essa lição se aplica a Luft no caso da regência de "iniciar".

Saúde e paz!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...