O MUSSE ou A MUSSE? - Português na Rede

O MUSSE ou A MUSSE?

“Musse” é substantivo feminino. Logo, “A musse de chocolate estava uma delícia”.

4 comentários:

Yuri disse...

Meu bom Laércio,

Ouso uma modesta sugestão:

Neste "post", não seria interessante, e mais adequado, considerar "musse" um substantivo de dois gêneros ou, pelo menos, fazer menção à possibilidade?

É que, da forma postada, leva-nos a crer, categoricamente, que o masculino não cabe.

E, em sentido contrário, as mais recentes edições dos dicionários Aurélio, Houaiss e Caldas Aulete já consideram essa palavra (e também: omelete, fondue, toalete etc.) de dois gêneros, não obstante as palavras de origem francesa sejam, geralmente, femininas.

Forte abraço!

Laércio Lutibergue disse...

Prezado Yuri:

Perdão, mas acho que está havendo um equívoco de sua parte. O Aurélio, o Houaiss, o Caldas Aulete (www.aulete.com.br) e o Vocabulário da Academia Brasileira de Letras (www.academia.org.br) dizem que "musse" é palavra feminina.

Portanto, em termos de norma culta, não cabe, por ora, enquadrar essa palavra como nome de dois gêneros.

Abraço!

Yuri disse...

Olá, amigo,

Você tem toda razão!

Enganei-me. "Errare humanum est".

Explico o ocorrido: fui "acomodado", quando deveria ter sido como sempre sou: ativo e pesquisador.

Confiei numa boa fonte, mas excepcionalmente fui "traído". É que, em coluna no G1, nosso colega Sérgio Nogueira afirma o que questionei aqui. Escreve ele:

"1ª) O musse OU a musse?

Tanto faz.

As palavras de origem francesa, geralmente, são femininas: a musse, a omelete, a fondue, a toalete, a quiche…

A verdade é que muitas “se masculinizaram”: o omelete, o fondue… Há aqueles que nos deixam em dúvida. Não sabemos se vamos “à toalete” ou “ao toalete”.

As mais recentes edições dos dicionários Aurélio, Houaiss e Caldas Aulete já consideram a maioria dessas palavras de dois gêneros: o/a omelete, o/a toalete, o/a fondue, o/a musse…

O que podemos observar são algumas preferências: o omelete e o fondue, mas a musse."

(Pode conferir em http://colunas.g1.com.br/portugues/2008/11/05/duvidas-genericas/)

*******

Assim sendo, pesquisei e vi que você está certo, como eu já imaginava. Meu professor de francês também chamou minha atenção, rsrsrs. Desculpe-me.

Cochilei; porém, "quandoque bonus dormitat Homerus".

Forte abraço!

Laércio Lutibergue disse...

De fato, Yuri, "errare humanum est".

Ainda bem!

Afinal, com os erros aprendemos muito.

Abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...