Mesmo x igual - Português na Rede

Mesmo x igual

Muitos usam "mesmo" por "igual", e vice-versa, mas não é bem assim.


Vejamos isso de uma maneira prática: Pedro conheceu Paula em abril do ano passado e desde então começou a namorá-la.


Um ano depois, Pedro continua namorando Paula, ou seja, Pedro está namorando a mesma garota.


Enquanto isso, o vizinho de Pedro comprou um carro novo.


Pedro gostou muito do modelo e está pensando em comprar um carro igual.


Entendeu a diferença?


"Mesmo" refere-se a um único ser/coisa, enquanto "igual" refere-se a um ser/coisa que guarda muitas semelhanças com outro.

18 comentários:

Luciano disse...

O Houaiss registra para MESMO -> 2. que é exatamente igual a outro ou outros em forma, cor e/ou contéudo; idêntico.
E o Aurélio registra: MESMO -> 1. exatamente igual, idêntico; 2. parecido, semelhante, análogo.
Então, isso não significa que MESMO e IGUAL podem ser, sim, sinônimos?
Num restaurante, é comum dizer "vou querer o mesmo" após ouvir o pedido do amigo - e isso não significa, obviamente, que será servido um só prato para os dois, mas dois pratos idênticos.

Laércio Lutibergue disse...

Prezado Luciano:

Acho que você não entendeu o que eu disse.

Como fui incompetente, para explicar melhor eu vou recorrer ao professor Sérgio Nogueira, aquele mesmo do Soletrando da Rede Globo.

É um texto do livro "Língua Viva", que para nossa comodidade pode ser lido por este link:

http://rodrigo-rsl.blogspot.com/2008/04/falsos-sinnimos.html

Abraço.

Luciano disse...

Pois eu continuo achando que a sua postagem (e a do blog referenciado) se prendeu a um único significado de MESMO - o significado que está registrado pelo Houaiss como "1. de igual identidade, não outro". Esta acepção só é listada no Aurélio em sexto lugar: "6. Não diverso; não outro; tal qual".
Além deste significado, MESMO é listado tanto no Aurélio quanto no Houaiss como significando "parecido, idêntico, que reúne as mesmas características" - e parece-me óbvio que, utilizado com este significado, o adjetivo é sinônimo de IGUAL e pode se referir a coisas diferentes.

Laércio Lutibergue disse...

Respeito a sua opinião, Luciano, mas fico com a de professores como Sérgio Nogueira e Luiz Antonio Sacconi.

Assim, prefiro, por exemplo, dizer que "O ator veste uma roupa igual à dos soldados romanos" a dizer que "O ator veste a mesma roupa dos soldados romanos", por entender que a primeira tem maior precisão semântica.

Abraço.

Carlos disse...

Mas quem é Sérgio Nogueira e Luiz Antonio Sacconi diante do Deus Houaiss!

Laércio Lutibergue disse...

Não existem deuses na língua portuguesa, Carlos.

Existem regras, estilos, correntes e "verdades relativas".

E, pelo que vi nos dicionários Aurélio e Houaiss, não existe um choque com o que pensam Sérgio Nogueira e Sacconi, mas apenas uma confusa definição das palavras.

Como eu já disse, esta é uma questão de escolha entre a precisão e a imprecisão.

Eu prefiro ficar com a precisão.

E você?

Professor Thiago Lira disse...

Caro Professor Lutibergue,

Fico impressionado com a sua clareza. A Língua Portuguesa necessita de Mestres e estou diante de um.
Iniciei um trabalho na rede, sua opinião seria de grande valia (http://professorthiagolira.blogspot.com).

Agradeço a atenção.

Prof. Thiago Lira.

Ps: Para que não penses que é um jogo de marketing, não precisas publicar este comentário.

Laércio Lutibergue disse...

Professor Thiago:

Muita bondade e exagero seus ao me pôr no rol dos grandes mestres da língua portuguesa.

Chame de mestre um Celso Pedro Luft, um Cláudio Moreno, um Evanildo Bechara...

Visitarei seu blog e espero que outros leitores também o façam.

Saúde e paz!

Professor Thiago Lira disse...

Caro Professor Lutibergue,

Só os Mestres conseguem dizer muito falando pouco.

Parabéns pelo sítio e obrigado pela ajuda.

Professor Thiago.

Helder S. disse...

Professor Laércio,

Parabéns pelo post. A diferença entre "mesmo" e "igual" pode ser sutil, mas o adequado emprego dessas palavras confere maior precisão ao texto.

[]'s,
Helder.

Laércio Lutibergue disse...

Penso do mesmo modo que você, Helder.

Abraço!

Fred Delgado disse...

Interessante.

A sentença:

"Pedro gostou muito do modelo e está pensando em comprar um carro igual"

Poderia esta, ao meu ver, usar a palavra "mesmo". Pois se refere à marca e ao modelo do veículo, e estes são os mesmos e não somente iguais.

Um abraço.

Laércio Lutibergue disse...

Prezado Fred:

Sua opinião está registrada.

Obrigado pela participação.

Abraço.

Rogério Giordani disse...

DEBATENDO O ASSUNTO.

Exemplo colocado pelo meu sogro.

sobre roupas, rsrsrs

estou usando a mesma roupa utilizada pelos romanos, no qual esta roupa se encontrava em um museu histórico.

estou usando uma roupa igual a dos romanos.

o valor de cada roupa seria diferente.

uns advogados ganhariam 10 reais digamos

outro quem sabe qtos milhões.

no caso desta semantica e na atuação como graduando de direito, acredito o uso do mesmo, mais conveniente.

Rogério Giordani disse...

DEBATENDO O ASSUNTO.

Exemplo colocado pelo meu sogro.

sobre roupas, rsrsrs

estou usando a mesma roupa utilizada pelos romanos, no qual esta roupa se encontrava em um museu histórico.

estou usando uma roupa igual a dos romanos.

o valor de cada roupa seria diferente.

uns advogados ganhariam 10 reais digamos

outro quem sabe qtos milhões.

no caso desta semantica e na atuação como graduando de direito, acredito o uso do mesmo, mais conveniente.

Luigi disse...

Rogério,

No MESMA, seria como se seu sogro estivesse usando a roupa que os soldados usaram (usaram, ficou guardada, você a descobriu e vestiu).

No IGUAL, seria como se você tivesse mandado fazer uma como a dos soldados, seria uma roupa igual, porém não seria a mesma.

Laércio, estou certo?

Ana C. disse...

Professor, admiro muito o seu trabalho, porém... que história é essa do Sr. escrever em uma de suas réplicas a um usuário a seguinte construção: "Assim, prefiro, por exemplo, dizer que 'O ator veste uma roupa igual à dos soldados romanos' a dizer que 'O ator veste a mesma roupa dos soldados romanos'.

Crase no singular antes de palavra plural? Ai, ai, ai... E agora? O que é que vou dizer lá em casa? ;(

Laércio Lutibergue disse...

Ana C.,

Sugiro-lhe uma releitura do capítulo sobre crase.

A crase de "O ator veste uma roupa igual à dos soldados romanos" está certíssima.

O "à" craseado da frase é a fusão da preposição "a" com o pronome demonstrativo "a" (= aquele, aquela, aquilo).

Observe que nesse tipo de crase subentende-se uma palavra feminina depois do "a": "O ator veste uma roupa igual à [roupa] dos soldados romanos".

Abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...