HOLANDA E HOLANDÊS x PAÍSES BAIXOS E NEERLANDÊS - Português na Rede

HOLANDA E HOLANDÊS x PAÍSES BAIXOS E NEERLANDÊS

Nos países de língua portuguesa, o nome “Holanda” é mais empregado que “Países Baixos”.

Mas, a rigor, quem diz/escreve “Holanda” contribui para disseminar uma imprecisão.

Um quarto do território desse país está abaixo do nível do mar.

Por isso em inglês seu nome é “Netherlands” (nether = baixo + lands = terras).

Em português, a melhor designação é “Países Baixos”, visto que “Holanda” é na realidade o nome de duas províncias, Holanda do Norte e Holanda do Sul, que formam com outras dez regiões administrativas os Países Baixos.

Quem nasce nos Países Baixos é “neerlandês”.

“Holandês” se aplica, de modo mais preciso, aos nascidos nas Holandas do Norte e do Sul.

12 comentários:

Rafael disse...

Professor,

É correto dizer: "Quero 2 pães FRANCÊS", como se, após a palavra pães, estivesse implícita a locução "do tipo"?

Abraço!

Frederico Liporace disse...

Caso equivalente aos que chamavam de Rússia a antiga União Soviética. Mas ao contrário desse, parece que 'Holanda' realmente ficou oficializado no Brasil, veja as referências ao termo na página da embaixada brasileira:

http://www.brazilianembassy.nl/

Este tipo de referência nunca seria feita no caso da União Soviética.

Será que isto ocorre apenas em Português? Pelo que sei em Francês usa-se o equivalente a 'Países Baixos'.

Já os espanhóis são uns dos poucos que chamam os americanos pelo termo mais preciso, 'estadunidenses'. Este termo existe em Português também mas parece que é pouquíssimo usado.

Laércio Lutibergue disse...

Prezado Felipe:

Os franceses dizem "Pays-Bas".

Os italianos, "Paesi Bassi".

Os espanhóis, "Países Bajos".

Como se vê, chamar os Países Baíxos de "Holanda" é uma singularidade dos que falam português.

Abraço.

Lucas disse...

Frederico disse acima que o termo mais correto para quem nasce nos EUA é "estadunidense", mas não deixa de ser um termo impreciso, já que o nome oficial do México é "Estados Unidos Mexicanos".

Sendo assim, o termo "Mexicano" p/ México é tão certo quanto o termo "Americano" p/ EUA =P

Houldine disse...

Professor Laércio, creio que nem seja tanto uma particularidade dos falantes do português. Durante essa Copa, em muitas faixas dos torcedores neerlandeses, lá nos estádios sul-africanos e arredores, estava escrito "Holland" (inglês). Já sabia que isto é equivocado. Inclusive, numa tabela que possuo, com os jogos da Copa, coloquei Países Baixos ao invés de Holanda. Tenho uma dúvida: o termo "Neerlândia", referindo-se a esse local, existe em nossa língua? Caso não exista, o senhor acha que seria um caminho viável usar esse termo ao invés de Holanda?

Laércio Lutibergue disse...

Prezado Houldine:

O "Holland" da faixa dos torcedores podia estar se referindo à Holanda do Norte ou à do Sul, concorda?

O nome "Neerlândia" atualmente é muito pouco usado, está virando um arcaísmo.

O Aurélio e o dicionárío da Porto Editora (de Portugal) o mencionam em "neerlandês".

Mas Houaiss, Caldas Aulete e o Volp o ignoram.

Em resumo, o melhor é usar "Países Baixos".

Abraço!

Frederico Liporace disse...

Lucas,

Disse 'mais preciso', é diferente de 'mais correto'. O que é correto neste caso é o que a língua define.

Quando um espanhol fala 'estadounidense' não existe dúvida ao que se refere. Já quando nós falamos 'americano' temos que usar o contexto para inferir se é relativo aos Estados Unidos ou ao continente como um todo.

Mas como o termo não pegou no Brasil acabou que foi "adotado" pelas pessoas contrárias à política e ao 'modo de vida' americano. Já na Espanha o termo é utilizado normalmente, sem esta conotação.

PS. o termo que usei no primeiro comentário, 'estadunidense', é a grafia em Português.

Anônimo disse...

Qual a resposta para os "pães (do tipo) francês"???

:)
claudia

Laércio Lutibergue disse...

Rafael e "Anônimo":

"Pão" é substantivo.

"Francês" é adjetivo.

O adjetivo concorda com o substantivo.

Logo, o plural de pão francês é "pães franceses".

Se aceitarmos a tese de que está subentendida a palavra "tipo", seremos obrigados a aceitar plurais como "abelhas-africana" e
"laranjas-baiana", sem similares na língua portuguesa.

Abraço.

Rafael disse...

É verdade, professor! Não tinha pensado nisso.

Obrigado pelo esclarecimento.

Abraço!

Laércio Lutibergue disse...

Por nada, Rafael.

Saúde e paz!

Mabruno disse...

Laércio,

O neerlandês padrão ( Algemeen Nederlands ) é a única língua oficial dos Países Baixos e do Suriname e, junto com o francês e o alemão, uma das três línguas oficiais da Bélgica. Nesses 3 países, a língua escrita usada nos jornais, escolas e documentos oficiais é praticamente idêntica, mas a língua falada varia bastante e divide-se em diferentes dialetos.

Como você explicou, o termo "holandês", estritamente falando, refere-se apenas aos dialetos neerlandeses falados na Holanda, que corresponde hoje a duas províncias dos Países Baixos. Entretanto, como a Holanda é historicamente a região mais populosa dos Países Baixos e o neerlandês padrão é fortemente influenciado pelo dialeto holandês, sobretudo da cidade de Amsterdã, é costume em português usar "holandês" como sinônimo de "neerlandês" embora não seja tecnicamente o mais correto.


Por outro lado, os dialetos neerlandeses falados especificamente na Bélgica costumam ser chamados coletivamente de flamengo (neerlandês: Vlaams ), mas quase sempre são substituídos na escrita e em ambientes formais (escolas, órgão públicos, etc.) pelo neerlandês padrão.


Finalmente, deve-se lembrar também que, fora da Europa e da América, o neerlandês foi também originalmente uma das línguas oficiais da antiga União Sul-Africana. Os dialetos neerlandeses falados na África do Sul foram entretanto padronizados no início do século XX como uma língua escrita separada chamada africâner (ou africânder) em português e Afrikaans em neerlandês. O africâner tem vocabulário, ortografia e pronúncia e gramática distintos do neerlandês padrão e nem sempre é mutumente intelegível com esse último, especialmente na forma falada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...