Previsto para... - Português na Rede

Previsto para...

Afastam-se do padrão da norma culta frases como “As obras de construção do Parque Científico estão previstas para começarem em janeiro de 2011”.

Sucede que, em bom português, o adjetivo “previsto” rege uma circunstância de tempo, e não um verbo no infinitivo.

De modo prático, reformulando-se (para melhor) a frase que motivou esta dica, temos: “O início da construção do Parque Científico está previsto para janeiro de 2011”.

7 comentários:

Marcia Moreira disse...

Como a gente deve ficar esperto com o português.

Obrigada pela dica.

Everton disse...

"Começarem" se encaixa como verbo no infinitivo? Não entendi esta parte.

Laércio Lutibergue disse...

Marcia:

Agradeço a participação.

Everton:

Isso mesmo, "participarem" é um infinitivo.

Existem dois infinitivos: o impessoal, que é o nome do verbo: agir, cantar, entender, participar, pôr...

E o pessoal, que é o infinitivo flexionado: para eu participar, para tu participares, para ele participar, para nós participarmos, para vós participardes, para eles participarem.

Entendeu?

Abraço a todos.

Carol disse...

Não entendi... "Previstas", como adjetivo que é, não deveria mesmo concordar com "obras" na primeira frase? Não entendi o erro.

Laércio Lutibergue disse...

Prezada Carol:

Peço-lhe que releia o texto com atenção.

Eu não falei de concordância.

O que eu disse foi que o complemento do adjetivo "previsto" é "para" + uma circunstância de tempo, e não "para" + um verbo no infinitivo.

E foi por isso, a fim de evitar o "...previstas para começarem...", que eu reformulei a frase: “O início da construção do Parque Científico está previsto para janeiro de 2011”.

Abraço.

Carol disse...

Obrigada, Laércio, viajei aqui.
Outro abraço.

Laércio Lutibergue disse...

Por nada, Carol.

Abração.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...