Um caso de crase - Português na Rede

Um caso de crase

  A leitora Luciana Maia quer ter certeza da possibilidade de crase antes da preposição "de".

Ela leu no jornal a frase "A posição de Serra sobre o aborto é igual a de Dilma” e acha que há crase no "a" que está depois de "igual".

Luciana está certa.

Há crase em “A posição de Serra sobre o aborto é igual à de Dilma”.

Sucede que, neste caso, depois do “a” craseado está subentendida a palavra “posição”: “A posição de Serra sobre o aborto é igual à [posição] de Dilma”.

Observe que, substituindo “posição” por uma palavra masculina, o “a” vira “ao”, o que confirma a crase: “O pensamento de Serra sobre o aborto é igual ao de Dilma”.



2 comentários:

Anônimo disse...

Caro Prof. Lutibergue,
Devo dizer: "Convidamos todos os presentes a CANTAR o Hino Nacional" ou "... a CANTAREM o Hino Nacional"? Flexiono ou não o infinitivo, neste caso?

Laércio Lutibergue disse...

Prezado amigo:

Transformei sua pergunta numa postagem do blogue.

Veja: http://www.portuguesnarede.com/2010/10/convidamos-todos-os-presentes-cantar-ou.html

Abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...