A importância da língua portuguesa nos cursos de formação - Português na Rede

A importância da língua portuguesa nos cursos de formação

Os cursos de formação profissional favorecem a evolução global do indivíduo, uma vez que partem dos conhecimentos adquiridos e de experiências vividas.

Desse modo, permitem a ele conseguir elementos mais completos de autorrealização, bem como se adaptar melhor ao meio de inserção, sobretudo no plano socioprofissional.

Em outras palavras, a formação profissional leva as pessoas a enriquecer seus conhecimentos, desenvolver suas capacidades e melhorar suas atitudes ou comportamentos, aumentando suas qualificações técnicas ou profissionais.

Muitas vezes os cursos de formação profissional são ministrados nas próprias empresas, que buscam, dessa forma, levar aos trabalhadores novos conhecimentos ou, quem sabe, aperfeiçoar aqueles já existentes.

Também é comum instituições ligadas ao governo oferecerem cursos de formação profissional gratuitos.

A educação no Rio de janeiro, por exemplo, conta com a oferta de cursos gratuitos em diversas instituições, como o Senai e a Fundação Getúlio Vargas (FGV), que oferecem capacitação de qualidade a quem pretende ter uma boa formação profissional.

O Senai disponibiliza diversos cursos técnicos gratuitos, abrangendo áreas como segurança no trabalho, controle e processos industriais, comunicação visual, edificações, alimentos, cervejaria, produção alimentícia, eletrotécnica, automação industrial, informática e eletromecânica; enquanto a FGV oferece cinco cursos gratuitos na área empresarial e dois na área de metodologia, voltados para quem quer seguir a carreira empresarial.

No currículo dos cursos de formação profissional, um elemento importante e que não pode faltar é o estudo da língua portuguesa, geralmente presente em disciplinas como português instrumental.

Essa é uma forma de levar aos alunos a língua portuguesa de maneira prática, mostrando-lhes como é essencial escrever bem para ser compreendido, de modo a obter sucesso na comunicação.

Redação oficial, regras de acentuação, ortografia e concordância quase sempre fazem parte dessa disciplina.

Claro que o objetivo não é formar o indivíduo na área, mas iniciá-lo, para que ele reconheça que o sucesso do bom profissional também depende do conhecimento da própria língua.

Compre o novo livro de Laércio Lutibergue AQUI.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...