Novembro 2012 - Português na Rede

Concordância: O Brasil precisa de políticos o mais honestos possíveis ou O Brasil precisa de políticos o mais honestos possível?

Nesse tipo de construção, o adjetivo “possível” acompanha o artigo de “o mais...”: se o artigo estiver no singular, ele ficará no singular – “o mais...possível”; se o artigo estiver no plural, ele ficará no plural – “os mais...possíveis”.

E o outro adjetivo (na frase em questão, “honestos”)  concorda com o substantivo a que se refere (na frase em questão, “políticos”).

Assim sendo, o correto é  “O Brasil precisa de políticos o mais honestos possível”.
Leia Mais ►

QUANDO VOCÊ FAZ GINÁSTICA, VOCÊ SOA ou SUA MUITO?

O correto é “você sua muito”.

“Sua”, neste caso, é flexão do verbo “suar”, que significa transpirar:

É necessário suar a camisa.

Eu suo pouco no inverno.

Nós suamos bastante ontem na aula de aeróbica.

Não confunda "suar" com “soar”, cujo significado é produzir som ou dar determinada impressão:

A campainha vai soar daqui a pouco.

Hoje o despertador soou às 6 da manhã.

Esse seu comportamento soa muito mal aos olhos de todos.
Leia Mais ►

Vírgula: "ainda" e "também"

Os advérbios "ainda" e "também" não ficam entre vírgulas:

Eu também acertei a questão.

Ela comeu muito bolo e ainda quer levar uma grande fatia dele.
Leia Mais ►

MAL ou MAU?

MAL pode ser substituído por BEM: “Ele canta mal [bem]”; “Infelizmente há pessoas que praticam o mal [o bem]”; “Não há mal [bem] que sempre dure”.
MAU é substituível por BOM: “Foi expulso pelo mau [bom] comportamento na festa”; “O mau [bom] humor dela é famoso”; “Ninguém suporta o mau [bom] cheiro”.
Leia Mais ►

DESCRIÇÃO x DISCRIÇÃO

Descrição é da família de “escrever” e, por isso, é o ato de descrever alguma coisa: 

A descrição do crime foi perfeita.

“Discrição”, parente de “discreto”, é a qualidade de quem não comete excessos ou de quem é reservado:

Vestiu-se com discrição para ir à festa.

Revelei o segredo a você porque confio em sua discrição.
Leia Mais ►