REGÊNCIA: REPROVAR

Saiu no jornal: “O jovem está apenas no segundo ano da faculdade de direito e já reprovou dois anos".

O verbo “reprovar” é transitivo direto.

E, na acepção de “considerar inabilitada uma pessoa”, ele tem duas construções possíveis:

1. Uma pessoa reprova outra pessoa: “O professor reprovou o aluno”.

2. Uma pessoa é reprovada (por outra): “O aluno foi reprovado pelo professor”; “O jovem está apenas no segundo ano da faculdade de direito e já foi reprovado dois anos”.

Repare que nessa acepção o “aluno” sofre a ação, e não a pratica. Por isso não pode ser “o aluno reprovou dois anos”, pois o aluno não reprova nada, ele “é reprovado”.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Scroll to Top