Melhormente

Os advérbios terminados em "-mente" têm como base um adjetivo: claramente (claro+mente), vagamente (vago+mente), dificilmente (difícil+mente).

"Melhor" é um advérbio. Logo, pela lógica morfológica, não pode existir a forma "melhormente".

Mas ela existe, é verbete do Dicionário da Academia de Ciências de Lisboa, é abonada por gramáticos e até já foi usada por autores como Camilo Castelo Branco.

O "apenasmente" de Odorico Paraguaçu, inesquecível personagem criado por Dias Gomes, não é, como se vê, um grande absurdo.

Postado por
Laércio Lutibergue

às
05:51

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Scroll to Top