O BEM AMADO ou O BEM-AMADO?

As duas grafias são possíveis.

Quando é um substantivo ou adjetivo composto, com o sentido de pessoa ou coisa muito estimada, querida, escreve-se "bem-amado", com hífen: "Ele é o bem-amado da família"; "Chegou a bem-amada do chefe"; "Vê-se, pelo brilho, que é um carro bem-amado".

Quando não há formação de um nome composto, caso em que "bem" é um substantivo que significa "objeto material" e "amado" é o adjetivo que qualifica esse substantivo, escreve-se "bem amado", sem hífen: "Aquela fazenda é um bem amado por ele".

Também será sem hífen quando "bem" for advérbio modificando o adjetivo "amado": "Vocês são todos bem amados pela família".

Posto isso, constatamos que deveria ser com hífen o
"bem-amado" do filme que narra as peripécias de Odorico Paraguaçu.

No entanto, os responsáveis pela produção, ao que parece, registraram "O Bem Amado", sem hífen.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Scroll to Top