Um caso de crase

A leitora Luciana Maia quer ter certeza da possibilidade de crase antes da preposição "de".

Ela leu no jornal a frase "A posição de Serra sobre o aborto é igual a de Dilma” e acha que há crase no "a" que está depois de "igual".

Luciana está certa.

Há crase em “A posição de Serra sobre o aborto é igual à de Dilma”.

Sucede que, neste caso, depois do “a” craseado está subentendida a palavra “posição”: “A posição de Serra sobre o aborto é igual à [posição] de Dilma”.

Observe que, substituindo “posição” por uma palavra masculina, o “a” vira “ao”, o que confirma a crase: “O pensamento de Serra sobre o aborto é igual ao de Dilma”.

Esta postagem é um oferecimento de 5 Diretos – mais do que um perfume, um grande negócio. Clique aqui e conheça.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Scroll to Top